domingo, 17 de julho de 2011

RESENHA: Elixir, Hillary Duff


Desde que foi anunciado o lançamento brasileiro de Elixir estou querendo lê-lo. Achei a resenha bem interessante e fiquei curiosa para saber como seria a escrita.

Clea é filha de um famoso cirurgião e de uma renomada senadora. Por isso sempre foi foco de atenção dos paparazzi. Após seu pai desaparecer misteriosamente, ela começa a ver imagens de um homem desconhecido em suas fotos, e começa a ter estranhos sonhos com ele. Ao se conhecerem, ela percebe que têm uma estranha ligação, e se sente loucamente atraída por ele.
Ao que parece, esse estranho homem é a chave para que ela descubra o paradeiro de seu pai, e muitos outros segredos que tem sido guardados através dos séculos.
Essa história de 'garoto/a encontra garota/o misterioso/a que possui segredos' não é uma grande novidade, mas nunca havia lido nada relacionado à fotos.
O livro em si é bom, porém um pouco cansativo. Diversas partes são divagações de Clea, que adora ficar conversando consigo mesma. Isso fez com que eu tivesse vontade de parar de ler, mas depois de algumas páginas a história se anima de novo.
Como grande parte das leitoras, fiquei muito decepcionada com o final. É comum os autores deixarem ganchos no fim para poderem escrever continuações, mas em Elixir a impressão que eu tive foi que estavam faltando páginas. Algumas coisas ficaram sem resposta e poucos dos mistérios do livro são explicados.
Mesmo assim recomendo a leitura(para quem gosta de coisas meio sobrenaturais, claro), e espero que na continuação(que ainda não foi lançada nos EUA e se chamará 'Devoted') conserte os errinhos deixados em 'Elixir'.

4 comentários:

  1. Olá, Cami!! Sei lá, assim que vi que foi a Hillary Duff não quis nem ler a resenha, hahahaha.. #soupreconceituosa hahahahaha.. mas daí li sua resenha e acho que o livro realmente não é pra mim.

    ps:o blog está fofinho!! Curti

    Beijos,
    Mari do Felizvros
    http://www.felizvrosparasempre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari!
    Também não é muito meu tipo, mas estava bastante curiosa para ver como seria!
    Pensa só.... pode ter sido escrito por um Ghost Writer e a Hilary apenas ganhou o crédito =P

    ResponderExcluir

Comente e faça uma blogueira feliz!